terça-feira, 28 de maio de 2013

Turistando por São Petersburgo

São Petersburgo é o destino turístico mais procurado da Rússia, uma cidade preparada para receber turistas e com maior frequência de informações em Inglês. O TripAdvisor acabou de eleger a cidade um dos 25 Top Destino de 2013. Muitos chegam a cidade devido a localização mais ocidental, facilitando a vinda de turistas através da ligação férrea com as cidades como Berlim e Helsink na Finlândia. Outra grande fonte de visitantes são os cruzeiros, São Petersburgo é uma das paradas na Rota dos Cruzeiros pelo Báltico.
Museu Hermitage e a Catedral de São Isaac ao fundo




São Petersburgo é uma cidade nova para os padrões Europeus, foi idealizada e planejada por Pedro, o Grande em 1700. A proposta fora de transforma-la na grande capital do Império Russo, inspirada nas belezas de Paris com o charme dos canais de Veneza. Uma cidade diferente das outras cidades russas, edifícios com características da Europa ocidental embelezam as grandes avenidas e boulevards da cidade. Durante o período Soviético a cidade mudou de nome para Leningrado em homenagem ao líder revolucionário Lenin, e perdeu o status de capital que foi transferida para Moscou, principalmente por motivos de segurança.
Minha sugestão de hospedagem em São Petersburgo é ficar próximo ao Museu Hermitage, uma região com bons hotéis e restaurantes. Ficamos hospedados no Golden Triangle, um hotel com instalações modernas e aconchegantes, vários funcionários do Staff atendem em Inglês. Ficamos num quarto duplo, não muito grande, mas bem confortável. Havia um excelente banheiro. O destaque foi o café da manhã super bem servido.
'


Museu Hermitage
Visitar o Hermitage bastaria como motivo para um ida a São Petersburgo. A beleza do Museu já começa por sua fachada externa, com marcantes características arquitetônicas que além de belo é um edifício gigante. 
Tivemos a sorte de chegando ao Hermitage ser deliciosamente surpreendidos por uma tempestade de neve.
Arte Russa exaltando as vitórias do Povo e do Socialismo

No interior do museu escadarias, vitrais, pisos e corredores são obras de artes que se misturam as obras expostas. Dos grandes museus que visitei com certeza é o mais belo, mas também o mais difícil, as vezes seu foco se perde.




O acervo apresenta obras da História e Cultura Russa misturadas a obras Renascentistas dos artistas mais destacados, um acervo valioso com obras de Leonardo Da Vinci, Raphael, Rubens e outros grandes nomes da Pintura Holandesa e Francesa da época.
Salão do Leonardo Da Vinci
Amplas salas com tapeçarias, tesouros e jóias, verdadeiras relíquias das monarquias Czarianas, estão expostas nas galerias do museu.


Paul Gauguin, Cezanne e Picasso e outros artistas mais modernos também estão expostos nas paredes do museu. Dica dentro do Hermitage vendem guias específicos com temas tipo Arte Russa, Arte Europeia Renascentista e etc, que facilitam sua visita e indicam uma rota pelas galerias de uma forma mais rápida e orientada. Acesse também o site do Hermitage antes de visitá-lo: http://www.hermitagemuseum.org
Pablo Picasso
Após chegar com tempestade de neve saímos com um dia lindo.
Recomendo programar ao menos período completo para se visitar o museu de uma forma mais rápida e específico. O ideal seria um dia completo.
Imperdível em São Petersburgo são as igrejas e Catedrais Ortodoxas, com grande destaque a três que pela beleza e grandiosidade:
Catedral de Santo Isaac uma grandiosa igreja em todos os sentidos. Uma cúpula gigante (a terceira mais alta do mundo), adornada com mais de 100 kg de ouro, capacidade para 14 mil pessoas no vão principal.
Porta da Catedral de Santo Issac
Na entrada as  portas enormes metálicas ornamentada impressionam pela bela e riqueza de detalhes. As janelas todas com grandes vitrais merecem especial atenção. Atualmente a igreja é um museu e também existe a possibilidade de se subir em sua cúpula, são entradas separadas, com ingressos específicos. Um fato que me chamou atenção foram as fotos e imagens históricas expostas na igreja, algumas do período da Segunda Guerra, quando a igreja virou abrigo durante o cerco a Leningrado. Na parte externa existem marcas de balas nas paredes de pedra, cicatrizes da Segunda Guerra.
Saint Petersburg, Russia
Bela porta da Catedral de Santo Issac
Catedral de Kazan ou Kazansky
A Catedral de Kazan, um réplica da Basílica de São Pedro em Roma e está na principal avenida comercial da cidade a avenida Nevski.


Igreja do Sangue Derramado
Um dos locais mais visitado e fotografados a exótica Igreja do Sangue Derramado. É uma igreja recente, sua conclusão foi em 1907, localizada ao lado canal Griboedov , no local onde tentaram assassinar o Czar Alexandre II, por isso sangue derramado. Infelizmente no dia que fomos conhece-las estava fechada, e ficamos com o visual da fachada.

A Fortaleza de Pedro e Paulo (Peter e Paul) do outro lado do Rio Neva, é uma fortaleza construída para a guerra com os povos do Norte. A fortaleza se transformou também em lugar sagrado das antigas dinastias que governaram a Rússia, no interior estão os mausoléu de muitos do Czares, desde Pedro, O Grande o fundador da cidade. Recentemente os restos mortais de alguns familiares do Czar Nicolau II o último dos Czares, eliminados em Ecaterimburgo pela Revolução Comunista foram encontrados e receberam seu mausoléu na fortaleza.
No períodos de guerras e revoluções as masmorras ficaram cheias, e muitas execuções forma realizadas em seus interiores.

Nos jardins da fortaleza chama a atenção a estátua de Pedro, uma obra em bronze que chama atenção da cabeça pequenina desproporcional, simbolizando o Ego do grande Czar.

Aos fãs do fotografo Henri Cartier Bresson nas Muralhas de Pedro e Paulo foi cenário de  uma de suas fotografias emblemáticas, um homem semi nu tomando sol num dia frio.





Museu Hermitage visualizado da Fortaleza de Pedro e Paulo

Mesquita Sobornaya
Bem próxima a fortaleza fica a Mesquita Sobornaya, um contraste com os prédios e a cultura da região, lembrando da mistura de povos que ocupam o vasto território russo.

Cruzamos para o outro lado do Rio Neva andando, durante a travessia no meio da ponte havia esta placa indicando a direção de Kiev na Ucrânia,  Tallin na Estônia e a capital Moscou. Uma dica legal se o dia estiver muito frio, como estava, não cruze a ponte no meio dela o vento é congelante, não repita nosso erro.
Saímos encantados por São Petersburgo, ficamos somente dois dias e acho que necessitaríamos no mínimo mais um dia para visitar o Palácio de Peterhof , visite os blogs  Viaggiando e o Ziga da do Zuca e descubra o porque? E também uma noite para ir no Ballet Kirov no Teatro Mariinsky, mas este compensamos com o Ballet Bolshoi em Moscou.

Está precisando de dicas de alimentação na Rússia, leia o post:

Como chegar ou viajar de trem para Moscou? Veja o post:

8 comentários:

  1. Conseguiu sintetizar tudo em um soh texto e ficou otimo! Bem mais pratico para quem estah pesquisando o destino! Soh de S. Petersburgo não me contive e acho que fiz uns 10 posts, preciso aprender com você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Milena,

      Curti o Viver Plenamente Paris, lindão os post de são Petersburgo.

      @GusBelli

      Excluir
  2. Avê... eu preciso ir para Russia! Adorando seus posts ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo Mirella ;)
      É um mundo diferente e que viveu no imaginário da gente como algo proibido.

      Valeu!!
      @GusBelli

      Excluir
  3. Olá Gustavo. Em Moscou e São Petesburgo, não tem tradução em inglês, por exemplo, nos cardápios, nos nomes das ruas, nas estações de metro, nos ônibus? Eu vou em fevereiro de 2015. Obrigada

    ResponderExcluir
  4. Em Moscou ou São Petersburgo muitos restaurante possuem cardápios em Inglês. Nas ruas principais e pontos turísticos existem alguma sinalização em Inglês.
    fevereiro prepara para o frio, mas é legal.
    Boa Viagem!
    @GusBelli

    ResponderExcluir
  5. Olá Gustavo, não sei se tem essa informação em outro post, mas você viajou em qual época do ano? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu

      Para St Petersburgo e as imagens deste post era última semana do inverno, no final de Março.
      @GusBelli

      Excluir