quarta-feira, 30 de junho de 2010

Cozumel - O Caribe com Tequila

Cozumel é uma ilha no Caribe, que pertence ao México. Possui cerca de 48 km de norte a sul e 16 km de leste a oeste. Foi habitadas por muitos séculos pelos Maias, suas construções/ruinas estão espalhadas pela ilha. Uma certeza é que os Maias, viviam muito bem.
Muito visitadas pelos turístas em passagem por Cancun e Rivera Maya, a ilha fica somente 20 quilômetros do continente, feito num transfer de aproximadamente uma hora feito em barcos. Outra fonte de visitante são os Cruzeiros, que ancoram no porto turístico de San Miguel de Cozumel.
Snorquel em Cozumel
Estivemos lá ano passado com o Cruzeiro Enchantment of Seas, da Royal Caribean. O Navio ancorou cedo, e por volta das 9 da manhã, já havíamos desembarcado. A estrutura no desembarque na região é muito boa e completa. Existem várias opções de lojas com artesanatos, bebidas e souvernir Mexicanos e dos Maias. Espero ajudar com dicas do que se fazer em uma parada de Cruzeiro na paradisíaca Cozumel.

Nesta parada, optamos por contratar o mergulho a parte, fora do Navio. Na frente do shopping, já na rua, encontram-se vários Mexicanos com seus albuns fotográficos de pontos de mergulho e de seus barcos, para se escolher o passeio. Inicialmente estavam pedindo 40 dólares por pessoa, para três paradas de Snorquel, em aproximadamente 2 horas e meia de passeio, com equipamentos e bebidas. Antes de fecharmos com eles, pechinchamos o valor e fizeram por 30 dólares/pessoa.
O barco era com fundo de vidro , no caminho íamos apreciando os corais.


Realmente em Cozumel a principal atração é o mar do Caribe, azul turqueza muito cristalino. A fauna é rica em peixes de várias cores e tamanhos . Observamos o colorido e as cavernas formadas por corais. A sensação é de um mergulho em um aquário.











Uma dica super bacana é não esqueçer de comprar uma máquina descartável a prova d'água para as fotografias submarinas. Não são 100% mas ilustram bem a suas aventuras. Estas máquinas são facilmente encontradas nas farmácias em Miami. ( CVS e Aduane)



Após estas três paradas para o mergulho, e com um sede incrível, bebemos as merecidas cervejas Mexicanas Coronas, em garrafinhas pequenas, estúpidamentes geladas.







Quando retornamos do mergulho, ainda eram 13 horas, então resolvemos alugar um Jipe ou Jeep e dar uma circulada pela ilha. Na saída, na frente da entrada do porto existem muitas scooters e carros para aluguel, necessário levar um cartão de crédito e habilitação.
O dia estava quente demais, e a escolha do Jipe, que parecia ser a melhor, foi na verdade um problema, pela ausência de Ar Condicionado, estávamos fritando. A primeira opção era vistar uma ruína Maia, porém com o calor, preferímos circundar a ilha. Esta com certeza foi uma grande decisão e um bela dica a quem vai a Cozumel.
Paramos em Punta Morena, num bar de praia praticamente deserto e bebemos algumas Margueritas. Aproveitamos as piscinas naturais, em frente e tomamos um maravilhoso banho de mar, o que transformou em uma tarde perfeita. O litoral Leste de Cozumel, possui uma praia mais bela que a outra, e fomos parando e curtindo.
Vai uma Marguerita?

Que tal o Visual em Punta Morena?

Como o navio saia as 17h, e não tinhamos certeza de quanto tempo para chegarmos, ao avistarmos o navio paramos para o último mergulho. Esta parada era já perto do Chankanaab Park, uma das atrações mais frequentadas da ilha.

Despedida de Cozumel

Conheça mais sobre outras opções de cruzeiros no Caribe, lendo outros post e relatos de nossas viagens pela região:


#Enchantement of Seas, da Royal Caribean.

# Cruzeiro com o Norwegian Pearl, da NCL.


Está em dúvida sobre qual ilha visitar no Caribe? Visite os outros posts do Caribe:
# Paradas Caribeñas

terça-feira, 22 de junho de 2010

Dica de Nova York - New York I Love You


Esta é uma dica de Filme, para quem ama, curte, já foi ou planeja visitar Nova York. O filme não tem grande atuações e nem uma grande história. O especial é o ambiente Nova Iorquino, a cidade de Nova York como fundo. Cenas em vários pontos legais da cidade e pontos que ficam em nossas memórias depois de uma visita a Big Apple.
Tudo a ver com o Viajar e Pensar, são as cenas que ele cita o Restaurant Balthazar e que o casal janta lá, então veja o filme e nossa dica do Balthazar aqui LINK.

# Dicas de Nova York

domingo, 20 de junho de 2010

A Viagem não acaba nunca -Homenagem ao Escritor José Saramago

“… A viagem não acaba nunca. Só os viajantes acabam. E mesmo estes podem prolongar-se em memória, em lembrança, em narrativa. Quando o viajante se sentou na areia da praia e disse: ‘Não há mais que ver’, sabia que não era assim. O fim duma viagem é apenas o começo doutra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite, com sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para os repetir, e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre. O viajante volta já.”

José Saramago (1922-2010) , em Viagem a Portugal

Respeitar, conhecer e refletir sempre será importante, apesar de não concordar com muitas de suas opiniões, viajei e muito com as obras de José Saramago.

Deixo uma homenagem a este grande escritor.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Dicas da Califórnia - O imperdível Big Sur

Big Sur é o trecho de litoral na Califórnia, entre Carmel e Santa Barbara, recortado pela US-1. Percorre-se 70 milhas em algumas horas, numa das mais belas rodovias do mundo. Você encontra no caminho alguns grupos de Harley-Davidson, jovens em camionetes e sua pranchas. Capítulo a parte são os conversíveis que nasceram para andar nesta rodovia ou a rodovia foi feita para ser trafegada por eles, um sonho.



A rodovia é cercada de desfiladeiros, muitas pontes e o Oceano Pacífico ao seu lado. No caminho vários Belvederes e pontos de paradas, com um Visual cada vez mais surpreendente.





Minha dica para quem estiver afim de fazer este caminho, é seguir pelo sentido Norte-Sul, vindo San Francisco para Los Angeles. A vantagem de se vir neste sentido é trafegar ao lado do mar, facilitando as paradas e as fotografias. Durma em Carmel ou Monterrey, faça umas comprinhas de comidas e bebidas, venha parando, fotografando e curtindo o visual.




A fauna na região é muito rica, tendo Condor e Águias pelos ares. Nos meses de Junho a Outubro tem observações de Baleias Azul e Cinza, que passam pela região indo e vindo do Alaska. Passamos por algumas praias repletas de elefantes marinhos deitados na praia.
Observamos bem no início, na região de Carmel esta foquinha da foto acima, dormindo ao lado dos patos.

Belezas do Big Sur
A região também foi inspiração para muitos escritores e filmes de Hollywood. O famoso escritor da era Beatnick, Jack Kerouac utilizou as paisagens para ambientar o seu livro homônimo Big Sur.
Um visual maravilhoso, uma estrada bem conservada e pouco movimento e muita natureza.
Imperdível.

* Quem quiser mais informações o www.bigsurcalifornia.org é muito completo e informativo.

Vai para Califa confira também:

- Day Tour no Napa Valley

- O que Fazer em San Francisco