sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Dica de Punta Del Este - Jantar no Piegari

PIEGARI UMA NOITE INESQUECÍVEL


No Carnaval de 2008, fomos com mais 9 casais, passar o carnaval em Punta del Este. Um grande problema seria arranjar um restaurante para toda esta tropa, o que poderia ser uma encrenca muito grande, era tudo uma festa. Esta aventura depende do restaurante, e em Punta eles estão preparados para atender grupos com facilidade. Fizemos uma reserva no Piegari, filial do famoso Piegari de Buenos Aires, uma tradicional casa Italiana. Em Punta eles trabalham com um cardápio tradicional, acrescido de uns diferencias com os frutos do mar fresco, o ambiente é belíssimo, esta localizado rua atrás da Marina em Punta del Este (mapa). Uma carta de vinho completíssima, que lembro tinha Vega Sicília e alguns Champagnes Top, além de uma ampla variedade de vinhos Uruguaios e Argentinos.

Fomos instalados, num ambiente no segundo piso, com uma ampla mesa, e dois garçons exclusivos para nos atender. Os pedidos foram dos mais variados, desde fillet, frutos do mar variados, macarrão com brócolis e alho, porém todos sairam felizes. Os mais solicitados da noite foram o Fettucinni Negro, com molho branco de camarões e caviar, o rissoto de camarão, todos regado por excelentes vinhos Brancos e Rosés Uruguaios e na saída pedimos alguns espumantes, pois o momento pedia, explicações abaixo.

A Ju foi de Risotto

Meu Fettucinni Negro


Fortes emoções estavam guardadas para aquela noite, e num momento de silêncio, nosso mestre de cerimônias Ado, fez as aberturas para o Luca, pedisse a mão da Babi em casamento, o que foi acompanhando de muito espumante e lágrimas, foi um momento legal a todos, e acredito inesquesível ao casal. E quando digo que estava uma noite surpreendente o Maitre mandou vir mais três garrafas de espumantes, por conta da casa e pelo momento maravilhoso, difícilmente de ocorreria isto num restaurante aqui em Florianópolis.

Viva os Noivos!!!



Na saída do restaurante havia um músico com um violão fazendo um som, mais quando estávamos saindo o Ado, pegou o violão e mandou bala num Djavan, animou geral, e fizemos mais uma festa na saída do restaurante, e por incrível que pareça os funcionários do restaurante estavam curtindo e falando Brasileiros animados, e curtiram nossa festa.

Ado no violão
A galera em frente ao Piegari

Ps: Já estamos em Agosto de 2009, e o Luca ainda tá noivo, continua enrolando a Babi.

sábado, 22 de agosto de 2009

Dicas de Londres - Pubs

Pubs Londrinos

O termo Pub surgiu na época dos romanos, que para quem não sabe, foram os responsáveis pela fundação de Londres. Eles criaram várias Public Houses pela cidade, lugares onde as pessoas iam comer, beber vinho e também a típica cerveja local, conhecida como Ale, que até hoje é uma das mais tradicionais cervejas inglesas. Com o passar dos anos, Public House acabou virando Pub, é sinônimo do lugar para quem quer apreciar boa comida e beber bastante cerveja. A grande dica em Londres é achar o seu Pub, impossível você não se agradar com algum.

The Ship and Shovell, com certeza representa aquilo que pensamos de Pub. Altamente tradicional, com vários anos de vida e muitas histórias. Ele fica na Craven Passage (mapa), uma servidão entre as estações de Charing Cross e Embankment, uma região de repartições públicas e próximo ao National Gallery. O público quase que na totalidade de pessoas de terno e gravata, bastante formal, de clientes "costumas" não turistas. Neste Pub provamos a verdadeira Gastropub, eu pedi um Fish and Chips e a Ju um peixe defumado com creme de espinafre delicioso, tudo acompanhado de alguns Pint de cerveja.

Fish and Chips

Gastropub Show

Fomos no Kick com o casal de amigos Renata e Paulo Henrique, que também estavam de férias Londres. O Kick Bar fica em Shoreditch, regiao da moda, cheia de bares e pequenos restaurantes.
Para chegar lá pegamos o metro até a Liverpool Street Station, esquerda na saída Bishopsgate, caminha uns 10-15 minutos até chegar lá. (mapa)
O astral do Kick, é o jogo de pebolim, o bar é repleto de mesas de pebolim, cartazes de campeonatos que lá ocorreram, entre eles, o campeonato mundial da modalidade. No bar, uma ampla variedade de cervejas, vendidas em long neck, principalmente as de países com representatividade futebolística.

Eu tomando uma Birra Moretti (Italia) e a Ju e a Renata de Hoegaarden (Belga), o PH de Whisky Nacional

No Kicks tem um menu com alguns pratos simples e opções sanduiches diferentes. Fomos de sanduiches, eu pedi um de Chorizo, bem ao estilo argentino, com linguiça e molho, muito show e a Juliana pediu este de Ciabata, com queijo Brie, que estava divino, muito legal mesmo.

Sanduíche de Brie

Se você estiver passando pela lojas de Carnaby St., um Pub legal para se ir é o Digress, ele fica numa esquina na Beak Street, que é uma das extremidades de Carnaby St. (mapa). Este é um Pub, bem jovem, com uma bar bem amplo, várias opções de cervejas em Pint e outras bebidas. O diferencial do Digress é que ele possui pista de dança no seu subsolo, e na noite que fomos era de músicas latinas e não estava muito cheio, outro dia passamos pela frente havia até fila para entrar.

Digrees

No domingo fomos a feira em Camden Town, batemos perna, e pra relaxar paramos num Pub bem manero dentro do espaço de Camden Locks. O Lockside Lounge , fica no segundo piso e tem uma varanda ampla, onde é servido churrasco assado ali mesmo e dentro um balcão tradicional, com várias opções de Pint de cerveja. Camden Town é aquele lugar em que você para e o mundo passa por você e combina muito bem com uma paradinha para um Pint ou seria choppinho.(mapa)

Balcão do Lockside

Varanda com vista do Canal e o agito em Candem Town

O Mundo passa em Camden

Marquis of Westminster Pub, foi o mais frequentado, estava na esquina depois do hotel, era só a Ju ir se arrumar e eu já estava lá fazendo um esquenta. Neste, pude sentir o clima do Pub realmente, haviam aqueles que iam tomar um antes de ir para casa e ler ou ver o jornal, alguns no verdadeiro happy-hour. E eu de turista, observando e tomado meu Pint,com certeza deu para tomar alguns, porque mulher se arrumando vocês conhecem, demora (mapa).


Marquis of Westminster Pub
Aproveitem as Dicas de Londres!!!!
Enjoy!!!!!

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Dicas de San Francisco - Wine Bar

San Francisco, Califórnia

San Francisco, é uma das cidades mais legais para se beber um bom vinho no EUA, e fomos em alguns na região de Pacific Height e Marina. O cruzamento da Chestnut Street e Fillmore (mapa) é uma região com vários bares e restaurantes, freqüentado por um público bastante bonito e jovem. Você nota também alguns turistas por ser próximo a Lombard St, cheia de hotéis de redes como Days Inn, Ramada e etc.

Fillmore Street

Na Chestnut St. fomos no California Wine Merchant (site), um autêntico Wine Bar, poucas mesas um balcão, prateleiras cheias de vinhos, para beber no local ou levar. Serviam também uma variedade de vinhos em taça, degustamos alguns vinhos Californianos bem legais naquela noite. Me chamou atenção uma mesa cheia de universitários, mandando ver, não paravam de chegar vinhos na mesa deles, algo difícil de vermos aqui no Brasil.


California Wine Merchant, Chesnut St

Carta de Degustação do California Wine Merchant

A Fillmore Strett, corta a cidade de Norte a Sul, saindo do mar na região da Marina. A Fillmor é famosa nesta parte da cidade por ter passado quase que intacta pelo terremoto de 1906. Nesta região próximo a Lombard St. e Chestnut St. existem bares, boates e restaurante com todas as variedades. Uma pizzaria me chamou atenção pelo seu nome sugestivo, Pizza Orgasmica (site), que é uma típica pizzaria de americano, com venda em Slices e algumas poucas mesas, a maioria das pessoas comem em pé. A Pizza Orgasmica possui outros endereços em San Francisco.

Pizza Orgasmica

Aproveitem as Dicas de San Francisco, Califórnia e comentem aqui depois!!!!!

Fim de Tarde em Florianópolis !!!!!

Mais uma bela imagem da janela do meu consultório!!!
Ah Floripa!!!

Posted by Picasa

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Dicas de Veneza

A Veneza!!!


Veneza é com certeza a cidade única, poucos lugares do mundo você poderá se sentir assim. Sem buzinas, moto-boys, e outros barulhos urbanos comuns na maioria das cidades. Um clima de paz legal, e que a deixam muito romântica, sendo um dos destinos prediletos para a lua de mel.
Minha primeira dica de Veneza, é sempre chegar na cidade de trem, não pense em vir de carro se você for dormir nas ilhas, porque você pagará uma diária de aproximadamente 30 euros por 24 horas de um estacionamento, se você for adicionar isto ao valor da diária do automóvel, você pode economizar mais de cem euros num dia, e pegar um hotel melhor ou gastar num dos belos cafés ou restaurantes. Chegando de trem, Veneza está a uma hora e meia de Milão, duas de Florença, três horas e meia de Roma, e agora existem trens noturnos que saem de Paris e chegam pela manhã em Veneza. Se você estiver no fim da viagem facilmente você pega um trem a Milão pela manhã e pega seu voo pela tarde ou noite, sem necessidade de pernoite em Milão.
A Estação Ferroviária de Santa Lucia, o trem para numa das ilhas principais de Veneza. Na frente desta estação existem as paradas dos Vapporetos ( transporte coletivo aquático), que são o meio de transporte mais económico, você pode comprar tickets para viagens única ou por uma determinada quantidade de dias. Se você for parar num hotel com uma localização legal (sempre se localize pela parada do vaporreto), minha dica é você compra um ticket de ida e um de volta, ambos simples, e o restante se perder pelas ilhas e sempre a pé. Na frente da estação existem taxistas, que seriam lanchas médias, que entram nos pequenos canais e deixam você dentro do hotel, custam aproximadamente 50 Euros, mais são negociáveis., se você estiver cansado de carregar malas é uma boa opção. Alguns hotéis de alto padrão possuem este serviço já incluído, vale a pena se informar !!!


Sentado na frente da Estação de Santa Lucia


Ponto do Vaporetto, na frente possui indicação das rotas e paradas.

Ju no Vaporreto

Hospedagem

Algo difícil de se achar em Veneza é uma boa hospedagem, pagando menos de 100 Euros. A dica para quem não estiver com esta disposição é ficar em Mestre (parte continental de Veneza), pegar um trem e o Vaporreto e somente passar o dia pelas ilhas e retorna pela noite.
Escolhi pela opção digamos, mais sensata, que seria em Veneza ficar nas ilhas. Ficamos numa pequena Locanda San Trovaso (hospedagem), com somente 6 quartos, e com banheiros privativos, localizado em Dorsoduro, próximo a parada do Vaporetto Zattere.
O quarto que era mediano, poderia estar em melhores condições de conservação porém não era sujo, somente envelhecido. Era servido um café da manhã no próprio quarto (não se iluda, só um café, suco e um pão cada, com manteiga e nutella), e pagamos 125 Euros de diária. Valeu pela localização próximo a Accademia e a ponte de La Accademia, em 15 minutos andando estávamos na praça de São Marcos, tudo bem fácil. A região de Dorsoduro tem muita vida, cheia de jovens pois possui colégios e universidades, e pela noite muitos ficam com violões e garrafas de vinho se divertindo em grupos nas praças da ilha.

Frente da nossa Locanda
Quarto do San Trovasso

Porém os mais dispostos $, uma sugestão seria o Stucky Molinos Hilton, que está localizado na ilha de Giudecca, sendo um grande hotel, com muitas facilidades e entre uma delas um serviço de lancha constante entre esta ilha e as outras. Além da qualidade de ser uma grande rede, onde a possibilidade de roubada sempre são menores. Indico para os viajantes em Lua de Mel. Link do Hotel

Pôr de Sol no Stucky Molino Hilton


Serviço de Transfer do Molino Stucky, deu inveja !!

O que Fazer:


Realmente, existem alguns programas obrigatórios, ir na Praça de São Marcos, cheia de cafés, galerias de arte e joalherias famosas na praça e seus arredores, que possuem peças belíssimas em suas vitrinas.
A Catedral de São Marcos, que possui as relíquias de São Marcos, e na fachada externa uma sequência de mosaicos com os desenhos de como os Venezianos, devotos de Deus, foram ao Egito e roubaram as relíquias escondendo em carcaças de porco.
Praça de São Marcos

A ponte Rialto que é a mais antiga ponte sobre o Grande Canal, que foi reconstruída algumas vezes durante os séculos, você pode ter noção dos castelos dos dois lados do Grande Canal, é um dos poucos pontos que se visualiza a parte central do canal.
Ponte Rialto

A Accademia, que possui uma grande coleção Renascentista e umas das obras mais famosas de Leonardo da Vinci, o Homem Vitruviano. Com um porém como esta obra é um desenho e muito frágil, ela não pode nem ser visitada ou vista, me informei com a funcionária na recepção e ela me informou que trabalha lá a 6 anos e nunca havia visto ela, minha decepção e nem entrei na Accademia.
Sinceramente são pontos básicos e atolados de turistas, bonito sim, belíssimos, porém em muitos deste pontos nem uma fotografia legal dá para bater, na Ponte Rialto tem que se tomar cuidado para não te empurrarem para dentro do Grande Canal. O ideal é então pegar uma ruela e ir seguindo, apreciando a arquitetura, vendo o movimento, tomando um capuccino ou freddo, depende da época.
Após caminhar e perdesse pelas ruelas e canais, uma opção legal é sempre um dos cafés nas praças, ou senão procurar uma Cantina de vinho, pedir o vinho em taça mesmo ou garrafa, acompanhado de algumas mini bruchettas, queijos, salame ou alcachofras, que numa que eu fui eram qualquer a um Euro e vinhos em taça de 3-7 Euros. Tudo muito legal, você pode fazer isto em pé no balcão ou pedir para levar em copo plástico, já que na Itália, ainda pode beber em locais públicos sem nenhum problema. Após estas taças de vinho, fiquei inspirado e fiz algumas das fotos que ficaram bem legais. (Galeria de Imagens) .

A Cantina del Vino que me perdi em Veneza! (mapa)

Meu vinho e os seus acompanhantes!!!

Opções de Vinhos da Cantina

Comer Bem:

Veneza tem uma gastronomia muito ligada aos frutos do mar, tente buscar restaurantes mais distantes dos pontos turísticos, que você encontrara preços menos exploradores. Na rua se come bem, existem pontos que vende pizzas em fatias e comi também um empadão de presunto com queijo, que me deixam com água na boca até hoje, mais este não tenho a mínima noção aonde era.
Minha dica de restaurante em Veneza
é a Osteria Alla Palatina na Ponte San Pollo (mapa), esta foi a maior aventura, foi o ponto mais difícil de acharmos em Veneza, nos perdemos muitas vezes até achá-lo, porém é recompensante.
O restaurante tem um ambiente legal e jovem, pedimos uma salada de polvo maravilhosa, um Spagetthi Negro, com camarões. Mais o que nos deixou arrependido, foi o prato sugestão que era um La Grigliata di Pesce, que era uma grelha com um peixe assado, com batatas, polvo e camarões. Que ao servir a garçonete limpava o peixe na mesa, tirando toda a pele e espinhas, que ficamos admirando na mesa do lado. Volto um dia lá só para comer este prato. Link do Restaurante


Minha salada de Polvo, Show!!!

Perdido em Veneza! Mais vale a pena!!

Link com minhas Imagens de Veneza
Picasa Veneza



domingo, 9 de agosto de 2009

Dicas de Las Vegas - Os Buffet

Em Las Vegas muitos vão atrás de Jogos e os Shows, porém umas das melhores dicas em Las Vegas, é se empanturrar, os grandes cassinos e hotéis possuem buffet maravilhosos, que vão de acordo com o tema do mesmo. Tipo Bellagio, voltado mais ao pratos da cozinha Italiana. Quando eu é a Ju, estivemos em Vegas, tive que tirar uma dúvida, pois em 1997, quando estive em Vegas pela primeira vez, o Sahara Casino, tinha o mais maravilhoso buffet que já havia visto em minha vida, então ao chegarmos em Vegas, falei para ela, temos que ir lá pois era muito demais. Porém foi uma grande furada, muita comida, porém sem qualidade e muito americanizado (molhos agridoce, sem sal e gorduras), estava muito ruim. Porém o Sahara na região mais antiga da Strip, próximo ao Stratosphere (neste suba na torre e aprecie a cidade) os corredores possuem algumas fotos histórias, do Sinatra, Elvis na sua piscina, e outras estrelas do passado, que realmente demonstram um passado glorioso que dificilmente voltará ao Sahara.
Como a decepção fora muito grande, ficamos meio em dúvida em encararmos outro buffet. Porém no ultimo dia após ler várias revistas de dicas que estavam no quarto do hotel, criamos coragem e escolhemos o cassino Paris.

Cassino Paris Las Vegas

Recepção do Paris

O Hotel Paris, é um dos mais belos, de Vegas, possui réplicas dos monumentos de Paris, numa escala de 50% do tamanho original. Um cassino elegante, realmente agradável passear por ele e sentir um clima parisiense no ar.

Le Village Bufffet

Para começar o restaurante Le Village Buffet, você entra numa réplica de vila francesa, onde cada casa representa uma região da França. Você pode ir do Cassoulet, dos pratos da Borgonha, aos aromas da Provence e a sofisticação de Patisseries, realmente tudo isto incluso, com bebidas não alcoólicas, por menos de 20 doláres. Muito era padrão americano, quantidade com qualidade duvidosos, porém alguns pratos eram incríveis, e para entrada haviam escargot, queijos, vieiras e sabores que te levam a uma França.

Eu e o Escargot

No Centro da Villa havia uma patisserie com doces belíssimos (alguns só belos mesmo) e uma creperia maravilhosa. Realmente muito bem servido de doces. Como um todo o hotel é uma França fake, entre no clima e curta vale a pena.

Ju e seu crepe

Quando forem a Vegas, pode preparar para algumas surpresas gastronômicas para depois, apostar nas roletas e mesas ou assistirem aos grandes espetáculos (Dicas Las Vegas - Cirque de Soleil). Outra coisa que poder fazer diferença no valor pago é que os almoços são mais em conta do que as jantas, alguns possuem a opção de Champagne ou vinho no jantar, e nos Sábados e Domingos possuírem Brunchs especiais.

Antes de ir, consulte o Ranking dos Buffet no site abaixo:
http://www.ratelasvegas.com/buffets/buffetrank.html

Dúvida de qual show do Cirque du Soleil escolher em Las Vegas, deixamos nossas sugestões neste outro post:
Boa Sorte aos Jogadores e Enjoy aos Viajantes.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Dicas de Londres - Chá das cinco!!!

Se você vai a Londres, uma dica de programa típico de Londres, é um tomar um chá das cinco (afternoon tea) num dos salões dos grandes hotéis.
Não pense que você irá tomar um daqueles chazinho que sua mãe preparava com mel para gripe. Estes salões são elegantes, em muitos a exigência de traje formal, porém em alguns já esta aceito o jeans, ao escolher você deve ver qual a solicitação de trajes. Isto fez com que escolhemos o Promedale do Hotel Dorchester, que tem uma etiqueta mais casual. Além de ser um dos endereços que os fashionistas gostam, a Kate Moss já fez seu aniversário lá, e por isto eu e a Ju fomos comerar o dela lá também.
O Hotel Dochester é algo a parte, ele é belíssimo, situado na Park Lane, de frente ao Hyde Park, região dos hotéis e restaurantes elegantes de Londres. Nos corredores imagens históricas, fotos de celebridades, fotos de barricadas de proteção dos bombardeiros nazistas durante a Segunda Guerra na frente do hotel , realmente parte da história do mundo já se passaram lá, nosso "ilustre" presidente Lula ficou lá em sua última passagem por Londres.

Juliana no chá do The Dorcherster

Pegamos o Metro e saltamos na estação Green Park, ao lado Ritz, e fomos em direção ao Hide Park, pelas ruelas, ate Park Lane onde fica o The Dorcherster. Escolhemos o Champagne Afternoon Tea, que inicia com uma taça da Dochester Rosé Champagne acompanhado que vários tipos de sanduiches, com salmão defumando, mostardas especiais, e algumas coisas que gostaria de saber até hoje. Na sequência vem os chás, colhidos nos recantos do mundo, com a mais variadas fragrâncias e tipos, acompanhados de pãezinhos com geléias e pequenos docinhos.
Tudo num ambiente muito chic, poltronas confortáveis, atendimento realmente incomparável, mesas com pessoas fazendo negócios, indianos e árabes milionários, ou ostentando isto.


The Ritz Hotel

A maioria deste lugares necessitam reserva prévia que pode ser feita pela internet.
Então coloco aqui alguns sites e sugestões para o seu Afternoon Tea.

The Dorchester
(este eu indico porque fui)
http://www.thedorchester.com/afternoon-tea

The Ritz Hotel
(varias indicações e passamos para conhecer)
http://www.theritzlondon.com/tea/

The Lanesbough
(possui prêmios de Best Afternoon Tea e muitas indicações na Internet)
http://www.lanesborough.com/#culinary_experience/afternoon_tea


Segue a dica para um Chá das cinco, com muito estilo.

Posted by Picasa

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Fim de tarde em Florianópolis!!!


Tá fraco o fim de tarde !!!
Imagem de Floripa num grande fim de tarde de inverno!!!
Da janela vejo o mundo!!!!
Posted by Picasa

EX

EX

Em países democráticos, existem os ex, sempre teremos que viver ou sobreviver com a sombra de nossos ex mandatários. Nosso ex presidente Sarney, envolvido em muitos atos que por ele deveriam ser para sua canonização, gostaria de eliminar da fase da terra os jornalistas, já o ex Bill Clinton, foi resgatar duas jornalistas do baixinho atômico da Coréia do Norte. Coréia esta não democrática, que nunca terá ex, só ele e Deus.
Vimos sempre o ex Jimmy Carter em missões humanitárias, contra a fome na África ou envolvido na resolução de conflitos no Oriente. Nós temos o privilégio de ter nosso ex Fernando Collor, envolvido e alimentando os conflitos no congresso, com ameaças e até mandando os outros para aquele lugar, deve ser porque o atual pode mandar pra “Sifu”o ex não pode estar por baixo. Além do que aquele olhar de raiva de nosso ex, deveria ter um anúncio antes para tirar os menores das sala, porque eram imagens desapropriadas ao horário.
Como democracia e um país livre temos que aprender a viver e engolir estes marcos da nação, porém cada vez mais notamos que temos os presidentes e ex presidentes que refletem nossa situação político cultural. Certo estava nosso ex o General Figueredo, que anunciou ao deixar o cargo que preferia o cheiro dos cavalos aos homens. Porque realmente bem melhor estar num estábulo do que no congresso em Brasília.
Abraço, estava somente pensando alto.
Gustavo Belli